ANS suspende a comercialização de 11 planos de saúde

 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulga nesta ultima quinta-feira (03/09) a lista de planos de saúde que terão a venda temporariamente suspensa devido a reclamações relacionadas a cobertura assistencial. Dessa forma a medida faz parte do Monitoramento da Garantia de Atendimento, que acompanha regularmente o desempenho do setor e atua na proteção dos consumidores. Nesse ciclo, a ANS determinou a suspensão de 11 planos de 02 operadoras devido a reclamações efetuadas no 2º trimestre.

Contudo a proibição da venda começa a valer no dia 10/09. Ao todo, 25.722 beneficiários ficam protegidos com a medida, já que esses planos de saúde só poderão voltar a ser comercializados para novos clientes se as operadoras apresentarem melhora no resultado no monitoramento.

As operadoras objetos da suspensão, Unimed Norte-Nordeste (registro ANS nº 324213) e Unimed de Manaus Cooperativa de Trabalho Médico (registro ANS nº 31196-1), participaram do Monitoramento da Garantia de Atendimento pois tiveram os efeitos da alienação de carteira decretada pela ANS (RO nº 2530, de 06/04/2020, e RO nº 2310, de 27/06/2018) suspensos por força de decisão judicial.

Entretanto além das suspensões, a ANS também divulga a lista de planos de saúde que poderão voltar a ser comercializados. Nesse ciclo, 01 plano de 01 operadora teve a venda liberada pelo Monitoramento da Garantia de Atendimento.

 

Resultados do Monitoramento da Garantia de Atendimento (2º trimestre)

 

11 planos com comercialização suspensa

01 plano com a comercialização liberada

25722 beneficiários protegidos

14964 Reclamações analisadas no período de 01/04/2020 a 30/06/2020

 

Acesse aqui a lista de planos com comercialização suspensa

Acesse aqui a lista dos planos que já estavam suspensos por outros motivos e que também foram suspensos pelo monitoramento da garantia de atendimento

Acesse aqui a lista dos planos reativados

Acesse aqui a lista dos planos liberados pelo monitoramento da garantia de atendimento, mas que continuam com sua comercialização suspensa por outros motivos

 

Fonte:

http://ans.gov.br/aans/noticias-ans/qualidade-da-saude/5934-ans-suspende-a-comercializacao-de-11-planos-de-saude