Planos de saúde aumentam cobertura de tratamentos para câncer

 

Os planos de Saúde vão ter que cobrir novos procedimentos e medicamentos. A resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) amplia a cobertura obrigatória dos planos de saúde a partir de abril de 2021. 50 novos medicamentos e 19 exames, terapias e cirurgias foram incorporados na lista de obrigação dos planos.

As cirurgias para hérnia de disco lombar e deformidade na mandíbula, além de problemas na coluna cervical e no coração, fazem parte do novo rol de procedimentos.

Também estão na lista 17 medicamentos imunobiológicos, usados para tratar doenças inflamatórias, crônicas e autoimunes, como psoríase, asma e esclerose múltipla, e outros 19 anti-neoplásicos, que são indicados para tratamento de diversos tipos de câncer.

 

Novos Exames e Terapias

 

Os novos exames e terapias incluídos vão permitir o diagnósticos e tratamentos de pacientes com tuberculose. Outra novidade são as consultas com enfermeiro obstetra ou obstetriz, que agora terão que ser garantidas pelos planos de saúde.

Segundo a ANS, os novos procedimentos foram decididos de forma transparente em diversas etapas de discussões técnicas e ampla participação da sociedade.

A agência informou que recebeu mais de 30 mil propostas durante consulta pública que ocorreu em 2020.
O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Scarabel, diz que a nova resolução traz ganhos para beneficiários e empresas.

As mudanças foram aprovadas em 24 de fevereiro pela diretoria da agência, e valem para todos os planos contratados a partir de 1999, ou antes disso, desde que estejam adaptados à legislação.

 

Fonte:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioagencia-nacional/saude/audio/2021-03/planos-de-saude-terao-que-cobrir-novos-tratamentos-para-cancer